Fazenda quer começar a executar objetos de empréstimo de U$S 56,2 mi em janeiro de 2021


0
Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Fonte: Olhar Direto

Em uma previsão otimista, o secretário de Estado de Fazenda Rogério Gallo afirma que os objetos oriundos do empréstimo dolarizado no valor de US$ 56,2 milhões junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) comecem a ser executados já em janeiro de 2021. Para isso, no entanto, precisa ainda passar por algumas etapas.

“Vai na Secretaria Do Tesouro Nacional [SNI] negociar as minutas do contrato, junto com a Procuradoria Da Fazenda Nacional e com o banco, e depois vai à aprovação do Bird [Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento]. Aí  temos a etapa, ainda, do Senado Federal. Nosso objetivo é que até final de outubro, início de novembro, esteja no Senado pra aprovação dessa operação de crédito, que é uma operação de crédito externa”, afirmou, na última quarta-feira (9).

A visão pessimista, por outro lado, seria de assinar o empréstimo no mês de março. No entanto, o secretário está confiante. “Ano passado a gente conseguiu o prazo otimista pra assinar com o Banco Mundial. Então nós trabalhamos com otimismo, e com a contribuição e colaboração de todas as instituições públicas que estão nos ajudando nesse momento”, afirmou.

O dinheiro deverá financiar o projeto de modernização, o chamado “Governo Digital”, pelo prazo de cinco anos, com encargos financeiros de 3,25% ao ano. O pagamento da dívida de US$ 56,2 milhões deverá ocorrer em 25 anos, com cinco anos de carência.

“Vai ser muito importante esse projeto pro estado de Mato Grosso, que é a implementação do governo digital. Praticamente todos os serviços públicos estarão disponíveis [online], vamos ter todos os ferramentais necessários pra colocar os serviços públicos de Mato Grosso na mão do cidadão em cada ponto do estado”, justificou o secretário.

Deixe um comentário